Apagões de concessionárias privatizadas seguem causando prejuízos pelo país

Incompetência comprova que privatizações foram equivocadas

0
11
Ao lado, destaque do jornal gaúcho Correio do Povo de 21 de março. Acima, material produzido pela CUT Brasil em 25 de março
Debate na Globo News em 1° de abril analisa apagões em diversos estados

 

 

Colunista do grupo NSC, Ânderson Silva, compara no aplicativo X serviços de concessionárias privatizadas com a Celesc pública em 21 de março

Os apagões continuam em diversos estados brasileiros que tiveram concessionárias de energia privatizadas nos últimos anos. No centro da cidade de São Paulo, foram quase dez dias seguidos sem energia em março. No Rio Grande do Sul, novos apagões, inclusive na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, no momento em que parlamentares discutiriam problemas no fornecimento de energia em uma CPI. Já no Paraná, a recém privatizada Copel também enfrenta problemas: pesquisa encomendada pelo Sistema FAEP/SENAR-PR, realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas e divulgada em 1° de abril, indica que 85% dos entrevistados estão insatisfeitos com a estabilidade do serviço. A pesquisa entrevistou 514 produtores rurais nos meses de fevereiro e março de 2024. Além disso, as multas aplicadas pela ANEEL à Copel por conta da tensão aumentaram 625% no ano de sua privatização, em 2023.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui