Celesc e Intercel são homenageadas em cerimônia na Alesc

Evento foi realizado na noite de 23 de novembro. Proponente foi o deputado Fabiano da Luz (PT)

0
15

A Celesc Pública e os Sindicatos que compõem a Intercel foram homenageados em Sessão Solene na Assembleia Legislativa na noite de 23 de novembro. O proponente da homenagem foi o deputado Fabiano da Luz (PT), que vem sendo um dos parceiros da luta da categoria eletricitária no Parlamento catarinense.

O evento marcou os 68 anos da Celesc, empresa que tem aguerridos empregados que levam en ergia de qualidade à população catarinense mesmo nas adversidades climáticas que têm atingido o estado com frequência nos últimos anos: “Eu admiro muito a relação que a empresa tem com os sindicatos os funcionários. E também a forma como os trabalhadores brigam por seus direitos, mas defendem a estatal. Estou muito orgulhoso de propor a minha primeira sessão especial como deputado homenageando a Celesc”, afirmou o deputado Fabiano.

A Intercel, entidade que congrega cinco sindicatos majoritários e o Sindicato dos Administradores, também foi homenageada pela luta em defesa dos direitos da categoria e pela manutenção da Celesc enquanto empresa pública. O Coordenador da entidade, Marlon Antônio Gasparin, discursou no púlpito enaltecendo a empresa enquanto vetor do desenvolvimento e da economia de Santa Catarina: “Não dá para pensar energia como algo dissociado do desenvolvimento econômico. Não há indústria, comércio e residências sem energia elétrica. Temos sido referência em nível nacional. Mais do que entregar serviço de qualidade, temos uma das menores tarifas do país”. Marlon se referia ao anúncio, em outubro, da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), que a Celesc tem hoje a segunda menor tarifa residencial de energia do Brasil.

Já o presidente da companhia, Tarcísio Estefano Rosa, destacou o desafio de aumentar a oferta de energia em Santa Catarina e enalteceu o acordo firmado este ano com a Intercel para oferecer uma nova modalidade de Plano de Saúde à categoria (que está com inscrições abertas neste mês de dezembro).

Por fim, falando em nome dos dirigentes sindicais e trabalhadores homenageados na Sessão, Jair Maurino da Fonseca, que trabalhou por 47 anos na Celesc, falou sobre o reconhecimento da atuação da empresa em todo o Brasil: “Temos muito respeito no Brasil e fora dele, sendo premiados há muitos anos com o reconhecimento da sociedade. Isso é fruto do trabalho do seu quadro de empregados e por ser uma empresa pública”.

Membros da Diretoria da Celesc, empregados(as) e Conselheiros de Administração também participaram da cerimônia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui