Prática antissindical na CGT Eletrosul?

0
15

Há alguns meses, a Diretoria da CGT Eletrosul mudou a política de acesso às dependências da sede da empresa, proibindo que mais de um dirigente sindical esteja ao mesmo tempo no prédio. Desde então, para o Sinergia ingressar no local e dialogar com a categoria, é necessária uma autorização formal por parte da Diretoria. 

Ocorre que na última sexta-feira, 26, o Sinergia, mesmo com a autorização formal para a entrada, foi impedido de ingressar no local. O momento era muito importante para a categoria, pois estava sendo realizado um ato em memória a um colega recém falecido. O que a Diretoria da empresa quer esconder ao proibir o sindicato de dialogar com os trabalhadores? Porque a Diretoria escreve e se compromete com algo e não cumpre aquilo que se comprometeu?!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui