FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES!

0
12

Silêncio total 

Causou enorme insatisfação o erro na medição do IGD que refletiu na PLR de empregados da Agência Regional Florianópolis da Celesc. O Sinergia buscou compreender o erro e descobriu que um problema no sistema Channel teria enviado valor maior que o devido para o Departamento de Gestão de Pessoas rodar a folha da segunda parcela da PLR. O equívoco só foi percebido depois de muitos trabalhadores terem consultado a folha de pagamento no SAP. A folha foi rodada novamente, com valor menor, mas sem nenhuma explicação da diretoria da empresa aos empregados da Regional até o fechamento dessa edição. 

Mais silêncio… 

Até o fechamento dessa edição, a direção da Celesc também não havia comunicado se o recurso interposto pela Intercel no mês passado sobre a PLR 2023 havia sido julgado ou não. A impressão que fica é que a direção da companhia se esconde cada vez que precisa dar alguma satisfação aos celesquianos e às celesquianas. 

Maio Lilás 

Maio é considerado o mês de campanhas contra a prática antissindical. Muitas empresas de energia vêm dificultando o acesso dos sindicatos às suas bases. Exemplos recentes disso foram a proibição de entrada do Coordenador Geral do Sinergia na sede da CGT Eletrosul, a dificuldade de envio de informações dos sindicatos da Intercel pelo e-mail da Celesc, e a chamada de atenção da Celesc ao Sinergia, a cada concentração feita na Administração Central. Condutas antissindicais são passíveis de multa ou abertura de inquérito.

Contraproposta aprovada na Ageluz, em Turvo 

Assembleia realizada na empresa Ageluz, de Turvo, no sul do estado, aprovou a contraproposta da companhia ao Acordo Coletivo 2024/2025. A assembleia foi realizada pelo Sintresc no dia 3 de maio. A contraproposta aprovada pelos trabalhadores estabeleceu a correção salarial em 6%, incluído 100% do INPC, e vale alimentação com 35% de correção. Segundo o Coordenador do Sintresc, José Paulo, “foi uma ótima negociação, com ganho real entorno de 2,5%, pois o INPC será cerca de 3,4% a 3,5%.”, pontua. 

Sintresc negocia ACT da EDP Litoral 

No dia 7 de maio foi realizada a primeira rodada de negociação do Acordo Coletivo 2024/2025 dos empregados da EDP Litoral/Lajeado e EDP Siderópolis. Durante a reunião, o Sintresc apresentou as propostas de cláusulas da categoria, que serão levadas para análise da direção da empresa. A próxima rodada de negociação está marcada para o dia 28 de maio. Os trabalhadores reivindicam 100% do IPCA, mais ganho real de 3,11%, vale-alimentação de R$1.671,00, além de auxílio creche, auxílio estudante, auxílio farmácia, entre outras cláusulas. 

Esportista tem preferência 

Aparentemente, o requisito para algumas pessoas conquistarem cargos com gratificação em determinada empresa é ter amizade com quem tem a caneta. O Linha Viva recebeu denúncia de que determinada diretoria teria passado por cima de uma deliberação que listava as exigências para nomeação no cargo. As exigências teriam sido solenemente atropeladas. A denúncia formal será feita nos próximos dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui