Nota de Solidariedade às vereadoras agredidas em Florianópolis:

0
8
Imagens: reprodução @taniaramospsol

Os sindicatos da Intercel e da Intersul se solidarizam com as vereadoras Tânia Ramos e Cíntia Mendonça, da Mandata Coletiva Bem Viver (ambas do PSOL de Florianópolis), que foram impedidas de forma truculenta pela Guarda Municipal de Florianópolis de entregar um abaixo assinado ao prefeito Topazio Neto (PSD), no último sábado (1°/06), durante a inauguração do hospital municipal no prédio do antigo aeroporto da cidade. O abaixo assinado que elas pretendiam entregar ao político era contrário ao fechamento da Unidade de Pronto Atendimento do Sul da Ilha (UPA-Sul), causa que ganhou forte apoio de moradores da região nos últimos meses. Governantes eleitos democraticamente pelo povo precisam aprender a receber demandas e reivindicações populares – ainda que não sejam do seu agrado. A atuação da Guarda Municipal, impedindo o acesso das vereadoras ao prefeito e a um espaço público de forma violenta, com spray de pimenta na cara de diversos manifestantes, lembra resquícios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui