O Deserto dos Bárbaros

Por Dinovaldo Gilioli, ex-Conselheiro de Administração da Eletrosul/Eletrobras

0
88
Imagens geradas por IA do Canva

Conta a lenda que numa certa cidade, com os seus problemas como qualquer outra, os moradores eram felizes. Cercada por mar, montanhas, uma exuberante natureza, a vida deles seguia o seu ritmo. 

Um dia, chegaram na cidade uns homens bem afeiçoados, prometendo trazer o progresso para a Eletrobrisa, o nome do tranquilo município. Eletrobrisa era muito apreciada e querida pelos moradores e visitantes. 

Porém, de tanto os senhores bem trajados falarem em progresso, em modernização, o prefeito e parte de seus moradores acreditaram na boa nova; viram a possibilidade do município se expandir, de ter promissoras oportunidades. Para a realização do grande feito, milhares de árvores foram cortadas, boa parte do mar foi aterrado e muitas montanhas vieram morro abaixo. 

Era tempo de grandes iniciativas privadas, de projetar o município ao mundo dos negócios. No entanto, não demorou muito para os moradores perceberem que, ao contrário da promessa dos homens de ternos engomados, os bens e riquezas da Eletrobrisa iam aos poucos sendo retirados, os moradores perdendo os seus empregos e direitos, e o ânimo de continuar na cidade. 

Isso tudo porque os grandes empresários se apoderaram da Eletrobrisa com tanta voracidade que o lucro era só o que importava e o resto que se danasse, se explodisse. O resto, neste caso, era as pessoas! Elas foram submetidas a uma violenta carga de pressão. Na época, não se sabia classificar isso direito, mas hoje se chama assédio moral e é crime! Mas como toda história um dia pode ter o seu revés, os sórdidos e inescrupulosos senhores, que só pensavam no dinheiro, em acumular riqueza, foram expulsos da Eletrobrisa que – por pouco, não se transformou no deserto dos bárbaros. 

Os novos e antigos moradores se uniram e, através da sua melhor energia, a solidariedade, conseguiram tirar o gás carbônico da cidade e voltar a respirar novamente. Pelo que se sabe, os avarentos especuladores debandaram lá pros lados das Americanas, uma outra cidade bem longe da Eletrobrisa. 

E o prefeito? Bem, o prefeito não se reelegeu, mas levou o seu!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui